quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Só à palmada...

É agora sindicalista presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministérios Público, mas está colocado na IGAI - Inspecção-Geral da Admnistração Interna - há muito mais tempo. Como tal, o PGR estranha que se possa defender a autonomia dos magistrados quando o presidente do Sindicato está vinculado aos deveres e dependência de funcionário que decorrem da sua função do IGAI.
Um pormenor, para Palma, claro.
E isto veio a propósito de uma ausência ao serviço nos dias 2 e 3 de Julho do ano passado, ausência que Palma justificou em razão da sua actividade sindical.
Mas aqueles dias, uma quinta e uma sexta, até me fizeram lembrar as greves e paralisações marcadas para as... sexta-feiras.
Mas talvez seja mera coincidência.
E, porque nada impressionável, preferiu declarar não ter ouvido o discurso do bastonário da OA, apesar de proferido no mesmo local em que ouviu o do PR e de que muito gostou. Que estava distraído quando falava o bastonário, justificou-se. Como se não lhe fosse exigida postura mais séria, como se não desse conta da triste figura que faz.

1 comentário:

T.Mike (Miguel Gomes Coelho) disse...

Que tal albardar o Dito ?
Um abraço.