sábado, 17 de setembro de 2011

Não foi fácil chegar aqui...


... depois de se ter estado com um pé do lado de lá. Mas seria de todo impossível sem a competência e dedicação de diversas equipas do HSM – médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar – que me acompanharam e trataram como se fosse o único doente presente.

Mas o ânimo para aguentar e prosseguir, quando a força era pouca e a incerteza ainda bastante, veio sobretudo dos meus irmãos, cunhados, sobrinhos e tios, a par dos amigos de sempre e de colegas.

Graças a todos nunca me senti só e fui sempre encorajado a vir experimentar a luz que já tinha esquecido, os odores e sabores há muito perdidos.
Obrigado a todos por esta dívida de gratidão que jamais conseguirei pagar.

A ti, Mana Velha, uma especial referência. Pelos diversos postais que recebi no HSM, alguns acompanhados por desenhos teus e que aqui reproduzo.
Odivelas, onde tenho tratamento de rei por parte da M João, do Jorge, da Bia e do Ricardo.

4 comentários:

LOU disse...

Querido amigo, as grandes batalhas que determinam os vencedores de guerras, nunca foram fáceis. Disso reza a história e tu bem o sabes.
Tiveste ajudas da equipa hospitalar e encorajamentos de pessoas que te eram tão próximas e queridas. Mas, se não te 'foi fácil chegar aqui...', acredita que o mérito é todo teu. Da tua enorme força interior e vontade de prosseguir nesta vida que será sempre a única.
Sabes o quanto fico feliz por ti, por estares de regresso e só desejo que a tua recuperação total, tenha o mesmo êxito que até aqui.
Dizem que dos fracos não reza a História...sou algo céptica em relação a isso, mas deste episódio menos feliz, sairás mais fortalecido, tenho a certeza. Como ser humano.
Sê bem vindo !

Lou

lino disse...

Tenho estado longe de casa e não sabia. Rápidas melhoras e beijinhos da "amiguinha" que está aqui comigo, em Ponte do Lima.
Abraço forte

carol disse...

Então, que se passou? Pelos vistos, nada de bom. Melhoras rápidas.

Milu - miluzinha.com disse...

Olá! :)

Há horas que estou a estudar, tantas que já quase nem vejo! Bem ajusto os óculos mas qual quê... Por isso fiz um intervalo e vim até aqui. Foi assim que fiquei a saber que teve um problema de saúde, ao que parece, felizmente, já ultrapassado. Fiquei contente, porque há coisas que não se esquecem, como por exemplo alguns comentários que chegou a fazer, quando eu ainda dava os primeiros e trémulos passos na blogosfera! :)
Agora estou noutra. Ando a estudar e fico sem tempo para os blogs. Bem, lá me vou estudar mais um pouco de Direito da Família, o que me vale é que gosto disto, não estou propriamente a fazer um sacrifício. Desejo que esteja bem e que assim continue!
Milu