terça-feira, 2 de junho de 2009

Rigor e credibilidade? Pffff!

“O Jornal da Noite de Manuela Moura Guedes tornou-se o alvo preferido dos moralistas do jornalismo. O Jornal das sextas à noite vale o que vale – muito pouco do ponto de vista do rigor e da credibilidade. Mas mais incómodo do que as suas notícias que só vê quem quer são os raspanetes da ERC, cujas sentenças têm tanto valor como as legítimas opiniões de Arons de Carvalho”.
Público de 29-05-09, no sempre surpreendente Sobe e desce, a cargo da direcção, desta vez do adjunto Manuel Carvalho.

Um espanto!

Então, Manuel Carvalho, o Jornal da Noite tem muito pouco do ponto de vista do rigor e da credibilidade, mas apelida de moralistas os que o contestam ou criticam? Mas será que o jornalismo já nada tem a ver com rigor e credibilidade? E aquele argumento de que só vê quem quer significa o quê? Pirou, foi?
Eu sei que a direcção do Público não está muito à-vontade para pôr em causa o Jornal da Noite. Mas não seria melhor disfarçar? Se calhar era… mas como é que depois se dava mais uma bicada no Arons e na ERC? E bicadas, politicamente orientadas como tem feito saber o Provedor do Leitor do Público, é a especialidade do Sobe e desce. Neste caso particular, o que se escreve é também uma tentativa da absolvição do Público. Mas frustrada, que o pecador não se pode auto-absolver, por muito que se arrependa.

1 comentário:

Arriaga disse...

Garanto que não lia um jornal que me desse tanto trabalho como este te parece dar.
Quando te disse que um blogger (ou será bloger?) não deve tirar dias de folga não era motivo para andares a chatear o Zé Manel e sus muchachos.
Para castrigo, hoje ficas no Desce.