terça-feira, 21 de julho de 2009

Preconceito ou falta de jeito?

“O Governo anunciou mais de 38 mil vagas para o ensino profissional no próximo ano lectivo. Apesar do reforço, o país continua longe da realidade europeia. E tudo indica que uma parte significativa dos cursos a abrir se limite a aulas de fachada onde se acumulam alunos com dificuldades. Seja como for, é óbvio que o ensino profissional se tornou numa aposta.”
Duvidam disto?
Pois trata-se de texto no “Sobe e desce” do Público de 15-07-09, com – aleluia! – seta para cima e foto de M Lurdes Rodrigues, texto que remete para a página 11 da mesma edição.
Ora, seta para cima para aulas de fachada? Aulas de fachada numa aposta quanto ao ensino profissional?
Mas pegue-se no texto da página 11 e numa lupa, a melhor possível. Donde resultam, na notícia, as aulas de fachada? Se não é preconceito, é o quê? Apenas falta de jeito?


1 comentário:

Arriaga disse...

Deve ter sido escrito depois dos digestivos.
Onde pára o JML?