quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Calos de Crespo de novo PISAdos…


Como não sou ingénuo mas, sobretudo, porque Crespo o não é, tenho que registar o novo azar da boquinha bico de pato. Porque o resultado lhe saiu ao contrário das suas pretensões.

É que, ao convidar, para cerca de 45 minutos de conversa, Marçal Grilo e David Justino - ex-ministros mas, sobretudo, grandes conhecedores do tema educação e pessoas que pensam pela sua cabeça -, Crespo esperava, juro, que fossem questionados, desvalorizados, amesquinhados, no mínimo relativizados, os resultados do PISA / OCDE.

E aconteceu que nunca vi, por pessoas que conhecem e sabem do que falam, elogios tão rasgados ao que se fez no campo da educação nos últimos 15 anos, aos mais diversos níveis e que, por isso, se congratulavam de forma exuberante com os resultados obtidos.

De novo com reconhecimento do mérito dos professores, das escolas, das famílias e das políticas governamentais.

E estou a imaginar o sorriso de satisfação da melhor ministra dos últimos tempos, igualmente a mais atacada. Que Sócrates nunca deveria ter deixado cair.

Neste segundo round, de novo Crespo ficou com os calos PISAdos. E agora que escolha entre a apreciação de Bernardino – um perito em matéria de educação democrática norte-coreana - e a destes seus convidados de hoje.

1 comentário:

Nilza disse...

Cada vez mais me convenço que politica é QUASE tudo igual...só mud de endereço.
Tenho meus cablo crespos, cho que encracolados, mesmo a moda e digamos que a elegancia quase exige os cablos lisos e devidamente domados, jamis serão PISAdos.