domingo, 23 de novembro de 2008

Somos uma desgraça...

No entanto, sabia que:

A YDreams combina tecnologia e arte em soluções interactivas de comunicação e é já uma referência para clientes globais?

A Master Guardian foi a 1ª empresa de alarmes do mundo a integrar designe e tecnologia biométrica?

O software da SISCOG planeia os recursos humanos das redes de caminho de ferro nos países mais avançados da Europa e a SkySoft cria software para sistemas de navegação e de comunicação por satélite para gestão de infra-estruturas rodoviárias ou marítimas?

O Displax da Edigma transforma qualquer superfície num quadro interactivo, ideal para fins comerciais, lúdicos ou didácticos?

A Critical Software desenvolveu o software de integração dos sistemas de informação dos países do espaço Schengen? E que a Vision-Box desenvolveu o software para o novo passaporte europeu?

Outras empresas portuguesas como a Novabase, a Microfil e a NewVision fazem de Portugal uma referência internacional de e.government?

Em Portugal o Simplex passou o tempo médio de criação de uma empresa para 47 minutos?

O Vital Jacket é uma t-shirt que permite a monitorização dos sinais vitais do utilizador?

O fato de banho “mais rápido do mundo”, o LZR RACER, que contribuiu para a conquista de 35 recordes do Mundo em 2008, é feito pela empresa portuguesa
Petratex?

A portuguesa Altitude Software é líder mundial de software para contact centres pelo que não é por acaso que a Cisco, a Fujitsu e a Netjets escolheram Portugal para os seus Centros de Operações e Contacto?

A Logoplaste, líder europeu de embalagens plásticas, e 5ºa nível mundial, produz soluções à medida, nas instalações dos clientes?

O Porto de Sines, com excelentes acessibilidades, moderno e simplificado, é um dos maiores portos de águas profundas da EU?

Parcerias para o futuro é um Programa que já lançou o Laboratório Ibérico Internacional de anotecnologia, em Braga, o Information and Communication Technologies Institute (com a Universidade de Carnegie Mellon), o Collaboratory for Emerging Technologies (com a Universidade de Texas, Austin) e o Programa Fraunhofer Portugal (em colaboração com a Fraunhofer-Gesellschaft)?

42% dos portugueses fala uma 2ª língua e que a Microsoft instalou em Portugal o seu Centro de Desenvolvimento de Linguagem?

A Bial investe 20% da sua facturação em I&D para obtenção de novos fármacos, que o Grupo tem 6 moléculas patenteadas a nível mundial e exporta para mais de 30 países?

Os caiaques Nelo são um caso de absoluta liderança do mercado global e a marca
da empresa portuguesa M.A.R.Kayaks forneceu 80% das embarcações presentes nos Jogos Olímpicos de Pequim e conseguiu 20 das 36 medalhas ganhas na canoagem?

Sediada na Ericeira, a famosa praia de surfistas, e com sucursais na Califórnia e em Bolonha, a NFive detém 75% do mercado global de cartões de identificação?

O Magalhães é o 1ºportátil do mundo especialmente concebido para crianças e é distribuído gratuitamente no ensino público em Portugal e que, ultra-resistente e com controlo de segurança no acesso à internet, está a ser exportado para a Venezuela, Brasil, Angola, Argentina e Cabo Verde?

A Blaupunkt escolheu Portugal e que 75% dos auto-rádios que se vendem na Europa são “made in Portugal”?

A NDrive lançou o primeiro GPS do mundo com fotografias aéreas?

A EDP Energias de Portugal é o 4ºmaior player mundial de energia?

Focada na sustentabilidade, a Amorim contribui para a preservação de milhares de sobreiros, a biodiversidade e o combate à desertificação e que é a maior transformadora mundial de cortiça e exporta para mais de 100 países?

Se situa em Moura a maior central fotovoltaica do mundo?

E, na Póvoa de Varzim, a maior fábrica de painéis solares?

Instalámos o 1º Parque Mundial de Aproveitamento de Energia das Ondas?

Fonte
AICEP

7 comentários:

Dulcineia disse...

Armando,
Esta tem sido uma questão que me tem feito reflectir.Contraditória? paradoxal? Alguns "méritos" desconhecia, embora, modo geral conhecesse os restantes.
Mas, e há sempre um mas, poderíamos colocar uma lista (em termos sociais) em que lideramos muitas posições.
P. ex, 41% da população ganha entre 310 e 600€ - a estratificação social já "era", caminhamos para uma polarização? Liderámos,publicado há cerca de 3 anos(visao), o mercado imobiliário de luxo e de automóveis. Em termos imobiliários, o de luxo nao está em crise. No entanto, o abandono escolar (especialmente na faixa masculina), nao pára de crescer, lideramos os valores da Sida (6 novos casos/dia, com 46,8% de portadores HIV assintomáticos); o número de pessoas a recibo verde a auferirem cerca de 300-350€/mes não pára de subir, etc...
Qual q opinião do economista para cruzar estes dados?

2MOPinto disse...

Os portugueses são uns ingratos porque vivem no melhor dos mundos e insistem em não o reconhecer.
São tão ceguinhos que nem sequer reparam que temos um 1º Ministro que, para além das inerências do cargo, promoveu a venda do "Magalhães" ( resistente a líquidos, não esqueçam!) perante Chefes de Estado e de Governo de muitos países da Europa e da América Latina.
Se recordarmos que nessa altura viviamos o pico da crise económica mundial, convenhamos que o "nosso 1º" tem o sentido da "coisa".
Bem esteve o Zé Carlos, que o promoveu a vendedor do mês...

A. Moura Pinto disse...

Dulcineia
Quando puderes, indica-me as tuas fontes sobre os salários que indicas.
Obrigado

Dulcineia disse...

Armando,
Qto à fonte ref salários, sei q era o INE, numa comparação (a vários níveis- escolaridade, salários, etc) entre as diferentes regiões continentais e ilhas, com os índices mais baixos nos açores. Isto num artigo numa revista deste ano, sei lá maio. Tenho uma "estúpida" memória para números, contudo só os fixo qdo a fonte (dou-me sp ao cuidado de ver qual é) é credível. Com mais vagar, logo verei, pois a revista anda cá por casa. Qto aos restantes nrs, são de um livro sobre o comportamento sexual dos portugueses q recomendo mas, que não vejo à venda nas livrarias.
Agora vou ter q accionar aqui algo para saber qdo fazes comentários, pq "estou ás escuras" e dei por este por acaso. tem um bom dia! :-)

A. Moura Pinto disse...

Dulcineia

Não vou insistir. Mas escreveste que 41% da população ganha entre 310 e 600 €, isto é, quase metade da população.

Já dou de barato que, pelo menos a tempo inteiro, no mínimo se aufere o salário mínimo nacional e que é de 426€ em 2008.

Por isso, os valores que indicas apenas serão auferidos por quem trabalha a tempo parcial. Mas com 41% da população a auferir entre 310 e 600€, como explicar tanta coisa, como, por exemplo, a predominância de casa própria (mesmo se alugada, como se pagaria a renda assim?), o parque automóvel, eu sei lá?

Francamente não entendo os teus números, mesmo quando as médias são o que são. Mas sugiro que consultes o site do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social. Lá encontrarás números bem diferentes.

Dulcineia disse...

Armando,
Os nrs. não são meus que não sou influenciável ou de inventar. Como te disse qdo tiver tempo, procurarei a revista q aínda deve cá estar. Na altura, fiz EXACTAMENTE o mesmo raciocínio que tu. Depois, comecei a ficar mais atenta: aos anúncios, aos casais q conheço, ao nr de casas leiloadas, etc... Pensei no apoio da família alargada (quer com bens, ficar com crianças ou monetário), cada vez mais solicitado, nos malparados que não páram de subir (repara só no edificio em frente à gulbenkian (av berna) c/excepção de um andar, onde trabalha uma amiga minha, é todo cofidis); no bom negócio q é actualmente (para quem pode) comprar casas leiloadas (nr q não pára de crescer), na proliferação de novas empresas a oferecer crédito (às vezes por tm), na diminuição de nrs nascimentos, ao crescente nr anuncios p/"comerciais", nas baixas reformas, etc. Qdo comecei a estar bastante atenta, não fiquei tão céptica...
Mas olha, lembrei-me de seguir uma sugestão q me deste uma vez e fui ao google e teclei a frase "41%..." dispararam-me estes links:
http://www.luta-social.org/2007/08/portugal-modelo-de-baixos-salrios.html;
http://da.online.pt/news.php?id=144804
"do Inquérito ao Emprego do INE,3º trimestre de 2007 ..."Tendo em conta o escalão de rendimento salarial mensal líquido, os dados do INE referem que 41 por cento dos trabalhadores por conta de outrém integrava o escalão de rendimento salarial entre os 310 e os 600 euros." – disponível em http://caldeiraodebolsa.negocios.pt/viewtopic.php?p=456500&sid=c833176578ad0874759567a9715581e2&js_link=1

Estes dados surpreenderam-me na mesma altura que os outros dados sobre a sida - nunca imaginei q fosse 46,8% o nr de portadores assintomáticos nem 38% os q nunca fizeram um teste. Tb aqui, fiquei mais atenta, fiz perguntas a amigos e conhecidos,espantou-me o resultado q justificam os nrs. - Na volta, a revista até é a mesma. Por vezes regulamo-nos pela nossa realidade, mas penso q caminhamos para uma polarização cada vez maior. opinião minha, q vale pelo q vale.
Um abraço

A. Moura Pinto disse...

Dulcineia
Numa tentativa feita, deixo isto, do DN de 24-08-06:

“Assim, segundo as estatísticas do INE, baseadas em inquéritos anónimos, cerca de 70% dos assalariados portugueses auferem rendimentos líquidos inferiores a 900 euros. Quanto aos mais bem pagos, por mais que cresçam em número, continuarão sempre a ser muito poucos.”

E, chamo a atenção, para o facto de serem dados baseados em “inquéritos anónimos”.

Mas temos dados a partir das declarações para IRS e temos as remunerações médias auferidas nas diversas actividades, a partir daquilo que as empresas pagam.
Isto não invalida que em Portugal se pratiquem baixos salários mas, insisto, a tempo inteiro o SMN é o que indico. E hoje não consegues mulher-a-dias ou empregada doméstica, a tempo imteiro, pelo SMN. Terás que pagar mais.