sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Lugar aos cromos - I

In Gono We Trust
"Reafirmo que vou continuar a imprimir e a imprimir notas e a assinar notas até que as sanções sejam removidas e haja equilíbrio na balança de pagamentos. É um compromisso pelo qual eu arrisco a minha posição, porque precisamos de dinheiro para o desenvolvimento de infraestruturas"
Gono, citado pelo Zimbabwe Herald, jornal do Estado.

Pena é que por cá isto não se pratique. Umas toneladas de papel, umas máquinas de impressão, umas tintas e um Gono para assinar. E seria o fim da crise.
E se cada um pudesse ter uma máquina, uau! Seríamos os maiores.

1 comentário:

Dulcineia disse...

E as gravuras: que tal, resgatar algumas caricaturas do RBP? um Zé povinho, uma Maria Paciência e outras que deveriam estar de novo na moda?
Ao menos, eram culturais (a nova geração ficava a saber quem era o RBP), davam para rir e até se poderiam emoldurar e usar à laia de decoração... e esta, hem?