segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Ele fala, fala, fala mas eu não o vejo a fazer nada...

Apelidam-no de histórico. Há mesmo quem o dê como fundador do PS, o que não é verdade. Mas é mediático, tem mesmo boa imprensa. Alguma desta – a imprensa – é mesmo capaz de lhe dar mais destaque – no mínimo o mesmo – que dá às medidas que integram o plano governamental de combate à crise.
Afirma-se um combatente de causas. As sociais. Sabendo que nunca terá a responsabilidade de ser uma alternativa de poder e de lhe ser exigido que implemente as que integram o seu paradigma, seja isso o que for.
Devendo ao seu partido tudo o que na sua carreira política fez desde o 25 de Abril, é com os seus adversários políticos que se conluia. Sabendo que, objectivamente, isso lhe poderá retirar votos. Se não for esse o resultado, é o seu desejo, sobretudo quando agora admite a criação de novo partido como uma das saídas para alianças espúrias.
Se tal acontecer, Alegre tem a oferecer-nos o cenário da muito provável ingovernabilidade.
Um político a tempo inteiro, sem responsabilidades no partido ou no governo, já deveria ter reparado – tempo não lhe faltará - que é romantismo a mais apostar numa convergência à esquerda. E convergência com quem e sobre quê?
Afirma que “É preciso que parte da força eleitoral da esquerda não se vire contra si mesma nem contra as outras esquerdas”. Mas que tem andado a fazer e com que objectivos deu cobertura e foi mesmo a cereja sobre o bolo do Encontro das Esquerdas – BE, renovadores comunistas e independeentes – que não exactamente o voltar as costas para as demais e mais representativas esquerdas?
Bem faz quem não lhe dá troco. Mas já é tempo de o trocarem por alguém.

3 comentários:

Dulcineia disse...

Bem, vinha escrever algo...
Os olhos bateram nos comentários já escritos e desatei a rir às gargalhadas... Olhem, varreu-se-me da cabeça a escritura, rsrs Mas foi melhor assim, não fosse o Sr Jorge Arriaga mandar-me tomar Imodium ou outro sucedâneo, rs
Mas, uma coisa admito. os dois fazem um bom dueto... isto promete... já tenho mais uma razão para aqui vir e rir...
Sr anónimo Jorge arriaga, vá lá, não abandalhe... às tantas ainda sai daqui um campeonato de jograis. Mas, anonimamente ou não, há quem saiba dar nas vistas, rs

A. Moura Pinto disse...

Enganas-te. Com o Sr Arriaga, o tema esgotou-se. Para quem nada tem a dizer, eu não tenho tempo algum de sobra.

Dulcineia disse...

e é justo, sim senhora. Ainda bem que me enganei, pq até poderia ser um tom de quem tem alguma cumplicidade para "brincar" mas voltar, de forma construtiva. Assim sendo, "case dismissed" que, é como quem diz, "não se fala mais nisso"