quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Professores auto-avaliam-se. Qual a nota?

Um país que consente deixar-se amesquinhar por governantes a fazer de conta é um país que nunca o foi! É uma corja de indigentes, de indignos e de cegos! É uma teia de aranhões e um bando de covardes!
Um país com um José, um Lemos , um Jorge e uma Lurdes a mandar na Educação é um barco desgovernado, uma capoeira sem galo, uma universidade Lusíada!
O Zé é um mentiroso ! o Lemos é um gazeteiro! O Jorge é revanchista! A Lurdes é neofascista!
O Zé é um guterrista degenerado, mal agradecido e tem a mania!
O Lemos saberá vestir-se, saberá calçar-se, saberá lavar-se, saberá tudo menos ser secretário de Estado.
O Jorge pesca tanto de Educação como de dar aulas!
A Lurdes é habilidosa mas usa roupa de feira!
A Lurdes é Lurdes!
A Lurdes é uma Maria vai c’o as outras!
Não é preciso ir p’ra Ministra p’ra se ser pantomineira. Basta ser pantomineira!
Não é preciso fingir-se de ferro quando se é feita de palha. E a Lurdes é feita de palha!
Ponham um fósforo na Lurdes e vejam. Arde em trinta segundos!
A Lurdes nasceu p’ra engordar depressa . P’ra ser sisuda e frustrada. Não foi p’ra ser Ministra!
A Lurdes deita p’ra fora o que já sabemos que vai sair!
Em génio a Lurdes é zero ; E em talento é abaixo de zero!
A Lurdes é quase horrorosa e cheira a perfume LeclerK!
A Lurdes não tem consciência. Ou se a tem não está limpa. É a vergonha dos professores universitários e dos licenciados em sociologia!
E ainda há quem a admire, quem lhe estenda a mão e quem lhe lave a roupa!
E ainda há quem duvide que a Lurdes não sabe nada, não vale nada, não é inteligente, nem esperta, nem zero!
Não queiram ser arrogantes como a Lurdes! Sejam apenas arrogantes, se tiverem que ser arrogantes.
Se forem mais que arrogantes já são quase como a Lurdes e não vos ficará bem.
Sorriam, sejam felizes! Deixem a Lurdes ser sisuda sozinha!
Não a queiram! Não a amem! Não a tolerem!
Deixem-na ser quem é sozinha! Dentro de casa, de porta fechada!
E tranquem-lhe bem a porta!
A Lurdes está cheia de tudo o que é mau p’ró Ensino e pode contaminar!
Tirem a Lurdes dali. Depressa que posso perder a cabeça!
ASSINA: Ana Maria Saudade de Guterres.

Aqui http://educar.wordpress.com/2008/12/10/manifesto-anti-%e2%80%93-jose-jorge-lemos-e-lourdes-ld%c2%aa/

E também de professores é a autoria do vídeo, com erros de português. Avaliar o desempenho? Não, nem sequer a competência, que deveria ser comum, quanto à língua pátria! O que não se esconde sob o manto diáfano da fantasia!
Já agora: Almada Negreiros, no que respeita ao Manifesto Anti-Dantas, é inimitável, sobretudo por gente desta categoria.

5 comentários:

animalrigths disse...

Que curioso... Pensava que a PIDE já tinha sido extinta...

Dulcineia disse...

Tb subscrevo: coitado do Almada Negreiros... Bem, há tentativas de "pedradas no charco" que acabam por acertar... na própria cabeça de quem as arremessa. comentários? para quê?

animalrigths disse...

Por muito menos que as acções deste repugnante Governo, Almada Negreiros escreveu o Maniesto Anti-Dantas. Parece que há imbecis que querem não entender que quem escreveu este manisfesto glosou Almada Negreiros, querem apresentar isto como ofensas literias. São assim, os novos pides, que basicamente querem dar vazão aos seus baixos instintos de rebaixolice.

Milu - miluzinha.com disse...

Estou atónita! A forma insultuosa como os professores replicam com quem não lhes dá razão deixa-me, verdadeiramente perplexa! Gostava de ter oportunidade de assistir, in loco, a uma manifestação de professores!Só para ver e ouvir! Deve dar que pensar! É suposto que, quando alguém teve o privilégio de usufruir de uma educação superior, esse alguém, tenha adquirido o consequente conhecimento que, o terá dotado, de qualidades igualmente superiores para lidar com a adversidade. Contudo, a constatação dos factos revelam-nos que nem sempre essa premissa se verifica!

Dulcineia disse...

Olha, Milu, garanto-te que assistir in loco a uma manifestação não é nada agradável. Fui, pq estava no meu itinerário, apanhada pela última. Tive q parquear o carro longe do meu destino e, mesmo numa paralela à av da liberdade, quem me ligava não me ouvia. Depois, depois tive que atravessar a manifestção. Para quem já esteve no meio (em posição desvantajosa) dá para perceber todas as correlaçoes de força. Foi, deprimente, muito deprimente...não perdeste nada.