sábado, 13 de dezembro de 2008

MM

Na Morte de Marilyn

(...)

Morreu a mais bela mulher do mundo

tão bela que não só era assim bela

como mais que chamar-lhe marilyn

devíamos mas era reservar apenas para ela

o seco sóbrio simples nome de mulher

em vez de marilyn dizer mulher


(...)

Ruy Belo in Transporte no Tempo

2 comentários:

Dulcineia disse...

bonita foto e poema... A mulher, sem estar aprisionada a estereotipos, sem perder a sua identidade, sem ser um produto...pq o resultado aqui, foi um preço muito alto.

A. Moura Pinto disse...

A foto foi localizada na net. Não a conhecia. É, de facto, um primor.